google-site-verification: googled7257398dba650b7.html

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Como tratar a apendicite Naturalmente


Como tratar a apendicite

Como-tratar-a-apendicite-1
A dor é repentina. E quem já passou por isso, sabe o quanto a dor causada pela apendicite faz sofrer. Geralmente começa com uma dor no centro do abdómen, que pode ser precedida por um desconforto geral no abdómen, indigestão, diarreia ou constipação.
Gradualmente, a dor se desloca para o lado inferior direito, e é normalmente acompanhada por uma febre. No estado cronico os sintomas são ainda mais intensos.
A apendicite é iniciada pela presença de uma quantidade excessiva de resíduos tóxicos no corpo. O apêndice pode-se tornar uma lixeira com excesso de muco e de resíduos intestinais. Como resultado, a apêndice fica irritada e inflamada, e esta inflamação e infecção são causadas por determinados germes que estão presentes no trato intestinal.
O remédio caseiro mais eficaz neste caso é uma infusão de grama verde. Pode ser tomada uma colher de sopa três vezes ao dia. O uso regular de chá feito a partir de sementes de feno-grego também revelou-se útil na prevenção. Este chá é preparado, colocando uma colher de sopa de sementes em um litro de água fria, deixe cozinhar por meia hora em fogo baixo. Deve-se deixar arrefecer um pouco antes de ser bebido. Os sucos de vegetais também são valiosos.
Uma combinação particularmente boa é de 100 ml de cada um dos sucos de beterraba e pepino misturados com 300 ml de suco de cenoura. Pode ser tomado duas vezes ao dia. O consumo de trigo integral, que inclui farelo e gérmen de trigo, tem sido benéfico na prevenção de vários distúrbios digestivos, incluindo a apendicite. A farinha feita a partir dos dois ingredientes pode ser consumida diariamente para prevenir esta doença. Um conselho valioso: quando ocorrer os primeiros sintomas de dor intensa, vómitos e febre, deve-se recorrer ao jejum e nada mais, exceto a água.
Beba cerca de meio litro de água morna, uma vez por dia durante os primeiros três dias para limpar o intestino grosso. Faça uso de compressas quentes, que podem ser colocadas sobre a área dolorida várias vezes ao dia. Segure firmemente a compressa em torno do abdómen, continuamente, até que todos os sintomas diminuam.
Com todos esses cuidados, os resíduos do organismo serão eliminados, e a irritação e inflamação no apêndice vão ceder, assim, a remoção cirúrgica do apêndice pode não ser necessária.

Régis de Sá

Nenhum comentário:

Postar um comentário